Puerto Varas

Você está pensando em explorar Puerto Varas e o Encanto do Lago Llanquihue? Então deixamos este itinerário para a sua aventura no Sul do Chile.

Dia 1 Puerto Varas

Pela manhã você deve começar por um lugar imperdível da região, os Saltos de Petrohué, um lugar impressionante localizado no Parque Nacional Vicente Perez Rosales.

Para chegar desde Puerto Varas você deve pegar a rota 255 que leva em direção ao oeste estrada para Ensenada e logo de uns 45 minutos em automóvel chegarás na entrada, existe lugares para estacionar e as entradas vão desde o acesso liberado para crianças e pessoas com deficiências até os $6.200 pesos para turistas estrangeiros, desde o ano de 2020 é possível comprar os tickets de maneira online no site https://www.aspticket.cl/ sendo muito recomendado já que, aparte de ser o primeiro parque nacional do pais, é também, o mais visitado.

Este lugar não só conta com uma vista privilegiada do Vulcão Osorno, mas também poderá ver impressionantes cachoeiras dede as passarelas de primeiro nível, as que também contam com acesso para pessoas com mobilidade reduzida e painéis de interpretação em braile. Se quiser permanecer mais tempo neste lugar, você pode fazer rafting pelo rio, algumas agências que cumprem com as normas você poderá encontrar aqui.

Se você economizou tempo comprando seu ticket online, você poderá seguir pela mesma rota por uns 10 minutos e chegará ao Lago Todos Los Santos, onde você terá opções para almoçar e inclusive navegar se quiser ter mais tempo neste lindo lugar ou então, você pode retornar em direção a Puerto Varas e fazer uma parada para comer em Ensenada. Em um dia bom, este caminho de retorno é alucinante.

Procura alojamento em Puerto Varas? Encontre-os no nosso buscador de serviços turísticos. 

Pela tarde, a própria cidade de Puerto Varas é um panorama por si só, este lugar deve ser uns dos mais lindos do Chile, tem um borde costeiro maravilhoso, com uma vista ao Vulcão Osorno e lugares patrimoniais como a Igreja Luterana, o Museu Pablo Fierro e o Monumento à Princesa Likarayen, você pode se alojar na cidade e percorrer suas casas com fachadas de lariço, muitas delas conhecidas como Monumentos Históricos ou visitar o parque Philippi que tem uma pequena trilha de baixa dificuldade, desce por um pequeno bosque que nos leva em direção a parte alta da cidade, poder ver o entardecer daí é uma experiencia linda e melhor ainda, completamente grátis….

Dia 2 Llanquihue y Frutillar

Se você é amante dos pássaros, deverá partir cedo em direção a Llanquihue, conhecida como a cidade dos pantanais, conta com mais de 72 hectares deste ecossistema e os 16 que existem dos mais imperdíveis são o pantanal Las Ranas, com espécies como o corvo do pântano, a garça e o inconfundível sietecolores e a Lagoa do Lotus que recebe este nome por conter grande quantidade desta planta aquática introduzida. As espécies mais destacadas são: o pidén, a tagüita, garças e o mais chamativo, talvez, seja a presença de colônias de yecos, que fizeram desta laguna seu lar, construindo ninhos no único eucalipto que existe no meio da lagoa. Todos estes lugares, se bem não são áreas silvestres protegidas, são ecossistemas muito frágeis por tanto, devemos ter um comportamento muito respeitoso e claramente nada de jogar lixo.

A nova orla de Llanquihue apresenta outro panorama muito bom para os visitantes, o cais restaurado recentemente e a Praia Los Cisnes com suas intervenções esculturais são uma postal cada vez mais conhecida.

Pela tarde, Frutillar é uma grande opção para seguir conhecendo a bacia, suas casas patrimoniais, muitas delas localizadas na orla, contam a história deste lugar, que igual a outras comunas que compõem este destino, foram colonizadas por imigrantes alemães, que trouxeram seus costumes, formas de construção e claramente a gastronomia. A parte imperdível de Frutillar, com certeza é o Teatro do Lago, este lugar, que procura contribuir em qualidade de vida para as pessoas e a uma sociedade mais feliz e integrada por meio do acesso a beleza, algo fundamental para que a Unesco tenha reconhecido Frutillar como a cidade da música. No verão você poderá ir a diferentes shows que compõem as semanas musicais, e no resto do ano, também existem eventos culturais e visitas guiadas pelo recinto

Seguindo pela orla, você pode visitar o cais e embarcar em um percurso navegando em catamarã ou caiaque para os mais aventureiros. Se quiser um panorama mais cultural o Museu Colonial Alemão, conta com exibições permanentes desenvolvidas com as valiosas coleções que guardam, realizam encontros, exposições temporais de arte, cultura e ciência entre outras atividades educativas em benefício da comunidade, os jardins… simplesmente maravilhosos.

Dia 3 Porto Octay 

Porto Octay está localizado na parte norte do Lago Llanquihue, é um lugar ideal para pessoas que procuram a beleza de Puerto Varas ou Frutillar mais sem grandes aglomerações de turistas e com a tranquilidade afirmada. 

Uma excelente opção é participar das oficinas de Botes De Octay, uma iniciativa vinculada ao Destino Llanquihue Creativo, que procura impulsar atividades que reúnam as famílias, conectada ao aproveitamento do lago que os rodeia e ao mesmo tempo, resgatar ofícios tradicionais como a construção e carpintaria naval. Aqui você poderá criar seu próprio barco a vela e logo navegar com ele no lago. 

SE QUISER EXPERIMENTAR A REQUINTADA GASTRONOMIA DESTE DESTINO TE DEIXAMOS ALGUNS RESTAURANTES AQUI. 

À tarde Frutillar é uma óptima opção para continuar a conhecer a bacia, as suas casas patrimoniais, muitas delas localizadas à beira-mar, contam-nos a história deste local, que, tal como as outras comunas que compõem este destino, foram colonizadas por imigrantes, alemães, que trouxeram seus costumes, formas de construção e, claro, sua gastronomia. O imperdível de Frutillar é sem dúvida o Teatro del Lago, este lugar, que procura contribuir para a qualidade de vida das pessoas e para uma sociedade mais feliz e integrada através do acesso à beleza, tem sido fundamental na denominação que a Unesco I dou Frutillar, reconhecendo-a como cidade da música. No verão pode ir aos diferentes espetáculos que compõem as semanas musicais e no resto do ano, há também uma oferta cultural e visitas guiadas ao local.

Continuando pela orla pode-se visitar o cais e embarcar em um passeio de catamarã ou caiaque para os mais aventureiros. Se você deseja um panorama mais cultural, o Museu Colonial Alemão, possui exposições permanentes desenvolvidas com as valiosas coleções que abriga, reuniões, exposições temporárias de arte, cultura e ciência e outras atividades educativas são realizadas em benefício da comunidade, seus jardins. .. simplesmente lindo.

Mauricio Oyarzo Cárcamo

Administrador en Ecoturismo.
Encargado de Marketing Sernatur los Lagos